top of page
  • Foto do escritorFlávio Amatti Filho

O que nunca te ensinaram nas escolas sobre o IMPÉRIO BRITÂNICO - parte 3.

Atualizado: 1 de nov. de 2023

Os bancos como instrumento de dominação e poder.


Nessa última parte, vamos entender como os Bancos Germânicos migraram para Inglaterra e para os mais diversos países do Mundo.


Qual a influencia da Família mais rica e poderosa do mundo na corte Britânica e nos Federal Reservs - FED´s.?


Mas antes ......

Para entender melhor esse artigo, leia primeiramente a parte 1 e 2 👇🏼CLICANDO NAS IMAGENS




Quem são "eles"?


Família Rothschild


É uma família de religião judia, com origem em Hamburgo, Alemanha, e que estabeleceu uma dinastia bancária em toda a Europa e o mundo.


Brasão de armas concedido aos Barões Rothschild em 1822 pelo Imperador Francisco I da Áustria


No fim do século XVIII, chegaram a ultrapassar as mais poderosas famílias bancárias rivais da época, como:

Família Baring


Família alemã e britânica de comerciantes e banqueiros. O ancestral mais antigo dessa família é Peter Baring (ou Petrus Baring), da cidade de Groningen, então uma cidade-estado semi-independente que fazia parte do Sacro Império Romano e da Liga Hanseática, agora parte da Holanda, por volta de 1500.

O filho de Peter Baring, Franz Baring (Franciscus Baringius), tornou-se o primeiro bispo luterano de Lauenburg na atual Saxônia na Alemanha desde 1565. A família atual na Alemanha e na Inglaterra é descendente de Franz Baring.

O Barings Bank tornou-se um dos principais bancos comerciais de Londres,até o colapso em 1995. Desde o início do século XIX, a família Baring manteve relações estreitas com a família de banqueiros Berenberg.


Acredita-se que quando a família estava no seu auge, no século XIX, possuía a maior fortuna privada no mundo, assim como a mais larga fortuna da Idade Moderna.


Família Berenberg


Era uma família hanseática flamenga de mercadores, banqueiros e senadores em Hamburgo, com filiais em Londres, Livorno e outras cidades europeias.

A família era descendente dos irmãos Hans e Paul Berenberg de Antuérpia, que vieram como refugiados protestantes para a cidade-república de Hamburgo após a queda de Antuérpia em 1585 e que estabeleceram o que hoje é o Berenberg Bank em Hamburgo em 1590.

Os Berenbergs eram originalmente mercadores de tecidos e envolveram-se em bancos mercantis no século XVII. Tendo existido continuamente desde 1590, o Berenberg Bank é o mais antigo banco comercial do mundo.


Voltando aos Rothschild


Os Rothschilds: Controlando a Oferta Monetária do Mundo por Mais de Dois Séculos


Hoje, os negócios da família Rothschild estão numa escala diversificada de negócios que se iniciou a partir do século XIX, tais como:: mineração, bancos, energia, agricultura mista, vinho e instituições de caridade.



Quando o barão Philippe de Nicolay-Rothschild decidiu trocar Paris por São Paulo, em 2010, sua ideia era fundar um banco privado em solo brasileiro. Apesar do aval de seu sobrenome (a dinastia Rothschild é, em essência, formada por banqueiros), ele logo percebeu – acertadamente, segundo o próprio – que o cenário econômico do Brasil não compensaria o alto investimento necessário à empreitada. Ao mesmo tempo, teve um “estalo” ao lidar com a transferência de sua adega particular para o Brasil. Philippe ligou para importadoras para saber o valor de seus vinhos. Quando recebeu a lista de preços, quase caiu da cadeira. Procurou então entender por que os vinhos eram tão mais caros aqui. Não encontrou nenhuma razão. Concluiu que era possível cobrar preços mais justos por produtos de alta qualidade


Bancos, tsunami e Trancoso: a epopeia de um Rothschild que vende vinhos no Brasil | Exame Philippe de Nicolay Rothschild, que escolheu o Brasil para morar, diz só importar rótulos dignos da sua própria mesa

Leia mais em: https://forbes.com.br/principal/2018/11/conheca-rothschild-o-barao-dos-bons-vinhos/


Os Rothschilds são uma família de financistas cujo surgimento, começou com Mayer Amschel Rothschild (1744-1812) -- fundador e agiota em Frankfurt, e agente do governo britânico em subsidiar soberanos europeus em guerras contra Napoleão.


Os seus cinco filhos foram:

  • Amschel Mayer (1773-1855), que sucedeu seu pai como chefe do estabelecimento de Frankfurt

  • Salomon Mayer (1774-1855), que fundou uma filial em Viena, Áustria

  • Nathan Mayer (1777-1836), que fundou uma filial em Londres

  • Karl Mayer (1788-1855), que fundou uma filial em Nápoles, Itália

  • James ou Jakob (1792-1868), que fundou uma filial em Paris.



Conhecidos como a potência dominante na banca de investimento e corretagem europeia no século XIX, os membros da família ocupavam assentos no Parlamento e na Câmara dos Lordes e tornaram-se barões em Londres além de fundaram o Museu de História Natural Rothschild (1892).

Em 1815, Nathan Mayer Rothschild controlava o Banco da Inglaterra e declarou corajosamente:

"Eu não me importo com o fantoche que é colocado no trono da Inglaterra para governar o Império no qual o sol nunca se põe. O homem que controla a oferta monetária da Grã-Bretanha controla o Império Britânico, e eu controlo a oferta monetária britânica." Isso se tornou o mantra da família Rothschild - controlar o mundo controlando a oferta monetária do mundo.

Em 1791, ganharam o controle da oferta monetária da América através de Alexander Hamilton (agente da família no gabinete de George Washington) quando a família estabeleceu um banco central nos EUA chamado First Bank of the United States, que recebeu uma carta de 20 anos do Congresso em 1791.

Quando o Congresso se recusou a renovar a carta em 1812, ameaçaram os EUA com uma "guerra mais desastrosa" com a Grã-Bretanha, porém os EUA mantiveram-se firmes. Seguindo sua ameaça, uma segunda guerra eclodiu entre os EUA e a Grã-Bretanha.

O esforço de guerra britânico foi financiado pelos Rothschilds e quando a guerra terminou em 1815, as finanças dos EUA estavam em frangalhos.

Já em 1816, o Congresso aprovou um projeto de lei autorizando um segundo banco central dominado pelos Rothschild com uma carta de 20 anos.


Chamado de Segundo Banco da América, este banco deu aos Rothschilds o controle da oferta monetária americana novamente.

Em 1823, assumiram o controle sobre as operações financeiras da Igreja Católica, em todo o mundo até que em 1832, o presidente Andrew Jackson liderou um esforço bem-sucedido do Congresso para retomar o controle da oferta monetária da América dos Rothschilds, recusando-se a renovar a carta para o Segundo Banco da América.


Somente em 1913 os Rothschilds seriam capazes de estabelecer seu terceiro banco central na América, mas enquanto isso, a partir de 1875, os Rothschilds, agindo através de seu parceiro bancário de Nova York, Jacob Schiff, na casa bancária de Kuhn, Loeb and Co., financiaram a Standard Oil Company de John D. Rockefeller, o império ferroviário de Edward R. Harriman e o império de aço de Andrew Carnegie usando dinheiro Rothschild.


Os Rothschilds também ajudaram o financista de Nova York J.P. Morgan e os Drexels e Biddles da Filadélfia a estabelecer filiais europeias de seus respectivos bancos em troca de permitir que os Rothschilds controlassem o setor bancário em Nova York e, portanto, na América.

Em 1913, estabeleceram seu último e atual banco central na América - o Federal Reserve Bank. Este banco independente regula e controla a oferta monetária e as políticas monetárias da América.


Mesmo que o Federal Reserve seja supervisionado por um conselho de governadores nomeados pelo presidente dos Estados Unidos, o controle real do banco ainda reside na família Rothschild e nem mesmo nenhum presidente americano pode quebrar o controle financeiro e a influência da família Rothschild sobre o Federal Reserve Bank.


Foram pioneiros na alta finança internacional durante a industrialização da Europa e da América, financiaram sistemas ferroviários em todo o mundo, a construção do Canal de Suez, no Egito, além de fundar a DeBeers em 1888, que é a maior empresa de mineração de diamantes do mundo.


Em 1987, Edmond de Rothschild criou o Banco Mundial de Conservação para ganhar o controle da terra em países do terceiro mundo, que representam 30% da superfície terrestre da Terra.


Como estratégia, o banco assume as dívidas desses países em troca de imóveis que são transmitidos ao banco.

Em 1992, o ex-presidente do Conselho do Federal Reserve, Paul Volker, tornou-se presidente da empresa bancária europeia J. Rothschild, Wolfensohn e Co e em 1995, os Rothschilds controlavam cerca de 80% das reservas mundiais de urânio, dando assim à família o monopólio da energia nuclear.

Em 2001, apenas sete nações do mundo - China, Irã, Afeganistão, Coreia do Norte, Sudão, Cuba e Líbia - não tinham bancos centrais controlados pelos Rothschild.

Até 5 de maio de 2004, o preço do ouro era fixado duas vezes por dia na N.M. Rothschild & Sons, em Londres, pelas principais casas de ouro do mundo - Deutsche Bank, HSBC, ScotiaMocatta e Société Générale.

Em 2006, o Edmond de Rothschild Banque, uma subsidiária do banco da família europeia Edmond de Rothschild na França, tornou-se o primeiro banco estrangeiro a ter acesso ao mercado chinês.

No final do século XIX, a família Rothschild controlava metade da riqueza do mundo.

Os Rothschild participaram dos negócios mais dinâmicos durante a Revolução Industrial, em especial a indústria têxtil, que florescia. As tecelagens mecanizadas da Inglaterra produziam tecidos de qualidade em grande quantidade.

Passaram a negociar também essa mercadoria. O comércio do algodão oriundo da América do Norte para as tecelagens na Grã-Bretanha permitiu que a Casa Rothschild criasse vínculos através do Atlântico, com a florescente economia estadunidense.


Os Rothschilds já possuíam uma grande fortuna antes das Guerras Napoleônicas (1803–1815).

Em uma oportunidade, a rede de mensageiros da família, espalhada pela Europa, permitiu que Nathan de Rothschild recebesse em Londres notícia da vitória de Wellington na batalha de Waterloo com um dia de antecedência, a chegada dos mensageiros oficiais do governo britânico.


Origem e ascensão do nome Rothschild


O primeiro membro da família que ficou conhecido por usar o nome "Rothschild" foi Izaak Elchanan Rothschild, nascido em 1577, cujo significado é "Escudo Vermelho" em alto-alemão antigo.


Dos filhos de Mayer Amschel Rothschild que empreenderam, Nathan (1777–1836), foi a aquele que obteve o maior sucesso nos negócios.

Conforme visto anteriormente, havendo cada um dos filhos de Mayer estabelecido uma filial bancária nos principais centros de negócios da Europa, os Rothschilds foram de fato o primeiro banco a ter operações internacionais, em diversos mercados.


Nathan foi um pioneiro em finanças internacionais e utilizando-se de uma rede de correspondentes para se comunicar com seus irmãos, atuou como uma espécie de Banco Central da Europa – Intermediando compras para Reis, socorrendo bancos centrais dos países europeus e financiando projetos de infraestrutura como ferrovias, que ajudaram o começo da revolução industrial.

Nathan se estabeleceu na Inglaterra em 1798, fundou uma companhia têxtil com capital de £20.000 (que seriam equivalente hoje em dia a £1,9 milhões) além de uma operação de corretora de valores na bolsa de Londres — a London Stock Exchange e posteriormente, em 1811 fundou um banco
O N M Rothschild & Sons Ltd. que segue controlado pela família Rothschild até os dias de hoje.

Em 1818, ele garantiu um empréstimo de 5 milhões de libras (equivalente a 340 milhões de libras em 2017) para o governo da Prússia, e a emissão de títulos para empréstimos para governos foi uma marca dos negócios de seu banco.


Ele ganhou uma posição de tal poder na cidade de Londres que, em 1825-26, conseguiu fornecer moeda suficiente para o Banco da Inglaterra, a fim de evitar uma crise de liquidez no mercado.
Assim como os demais bancos abertos na Europa pela família Rothschild, o N M Rothschild & Sons forneceu crédito a governos do mundo inteiro durante épocas de guerra e crises.


Exclusivo Arqueohistoria.

Documento completo Familia Rotschild.

A história dos Rothschild_ArqueoHistoria
.pdf
Download PDF • 990KB


Guerras Napoleônicas


Em uma oportunidade, a rede familiar permitiu que Nathan recebesse em Londres a notícia da vitória de Wellington na Batalha de Waterloo um dia antes dos mensageiros oficiais do governo.


A primeira preocupação de Rothschild nessa ocasião não foi a potencial vantagem financeira que o conhecimento lhe daria; ele e seu mensageiro imediatamente levaram a notícia ao governo.

Assim sendo, N. Rothschild calculou que a futura redução do endividamento do governo provocada pela paz criaria um salto no preço dos títulos do governo britânico no que foi descrito como um dos movimentos mais audaciosos da história financeira, Nathan imediatamente comprou títulos do governo, para após dois anos vendê-los no pico do mercado em 1817 obtendo um lucro de cerca de 40%.

Dado o enorme poder de alavancagem que a família Rothschild tinha à sua disposição, esse lucro foi enorme !!!!!!


A família Rothschild esteve diretamente envolvida na Independência do Brasil no início do século XIX. Pelo acordo com o governo português, o governo brasileiro deveria pagar uma indenização de dois milhões de libras esterlinas ao Reino para que Portugal aceitasse a independência do Brasil.
A N M Rothschild & Sons foi proeminente em levantar este capital para o governo do recém-formado Império do Brasil.
Uma correspondência de Samuel Phillips & Co., em 1824, sugere o envolvimento próximo dos Rothschilds na ocasião.

A família Rothschild esteve diretamente ligada na Independência do Brasil no início do século XIX. Pelo acordo com o governo português, o governo brasileiro deveria pagar uma indenização de dois milhões de libras esterlinas ao Reino Unido para que Portugal aceitesse a independência do Brasil.
  • 600.000 libras de Indenização a Portugal.

  • 2.000.000 de libras como pagamento da divida de Portugal para com a Inglaterra.

  • 1.000.000 de libras para os Cofres Brasileiros, uma vez que Dom João esvaziou os cofres do Banco do Brasil ao sair do Brasil quando deixou seu filho, Príncipe Dom Pedro I, como Imperador do Brasil.

  • TOTAL DO EMPRESTIMO: Três Milhões, Seiscentos Mil Libras Esterlinas.

SAIBA MAIS : 👇🏼




 

História Financeira e orçamentaria do Brasil
.pdf
Download PDF • 119.15MB





 

FILME: A Casa de Rothschild -1933

SINOPSE:

"The House of Rothschild", filme norte-americano do gênero drama biográfico e histórico, dirigido por Alfred L. Werker e baseado em peça teatral de George Hembert Westley.

Tem no elenco George Arliss como Mayer Rothschild / Nathan Rothschild, Loretta Young como Julie Rothschild, Boris Karloff e Robert Young .


O britânico George Arliss (que ganhou um Oscar em 1929 de melhor ator no filme "Disraeli"), nos dá um belo desempenho como o filho mais velho - "Nathan Rothschild".
A ascensão da importante família de banqueiros judeus, desde o patriarca Mayer Rothschild, no século XVIII, até o financiamento da guerra inglesa contra Napoleão, levado a efeito pelo seu filho Nathan Rothschild, líder dos cinco filhos
O filme é uma adaptação de uma peça e tem como assunto a famosa família de banqueiros, origens e ascensão no mundo financeiro.
Apesar de filmado em preto e branco, a última sequência, em que Nathan Rothschild recebe o título de barão das mãos do Príncipe Regente, foi rodada em Technicolor.

ROTHSCHILD E A CORTE BRITÂNICA: O ACORDÃO DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

  • TOMADA DA PALESTINA

  • CRIAÇÃO DE ISRAEL

  • CRIAÇÃO DO SIONISMO

  • DESTRUIÇÃO DO IMPERIO OTOMANO.

  • DESTRUIÇÃO ALEMANHA

  • E O PRIMEIRO ENDIVIDAMENTO IMPAGÁVEL IMPOSTO A UMA NAÇÃO.


A Declaração de Balfour foi uma declaração pública emitida pelo governo britânico em 1917 durante a Primeira Guerra Mundial anunciando seu apoio ao estabelecimento de um "lar nacional para o povo judeu" na Palestina , então uma região otomana com uma pequena população judaica minoritária.

A declaração estava contida em uma carta datada de 2 de novembro de 1917 do ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Arthur Balfour , a Lord Rothschild , um líder da comunidade judaica britânica , para transmissão à Federação Sionista da Grã-Bretanha e Irlanda.. O texto da declaração foi publicado na imprensa em 9 de novembro de 1917.


Uma entrevista com o banqueiro Jacob Rothschild:

O vídeo foi gravado em 2017 para celebrar o centenário da Declaração de Balfour, por meio da qual o Império Britânico manifestou seu apoio à criação do Estado deicida na Palestina. Sintomaticamente, a entrevista foi concedida ao diplomata Daniel Taub, ex-embaixador de Israel na Inglaterra.


O conluio da realeza britânica com tais grupos financeiros não se limita à família Rothschild. Numerosos banqueiros fixaram-se no país durante o Resettlement of 1654. Transformaram a Inglaterra no coração da agiotagem internacional, com a criação da Bolsa de Londres (1697). Estabeleceram íntima parceria com a monarquia protestante, que então rivalizava com a Espanha pelo domínio dos mares. Foi com esse dinheiro que a Coroa Inglesa espalhou lojas maçônicas por toda a Europa no século XVIII, plantando as sementes do caos revolucionário que derrubaria a ordem tradicional.



TRAGÉDIAS:


Annabelle Neilson Rothschild morre aos 49 anos - polícia diz que morte "não é suspeita"

A ex-mulher do banqueiro de elite Nataniel Rothschild foi encontrada morta em sua casa em Chelsea, Londres.



Jacob Rothschild, Annabelle Neilson, Nathaniel Rothschild

Bilionário e herdeiro de fortuna bancária, Benjamin De Rothschild morre aos 57 anos

Segundo estimativas da Forbes, o patrimônio do banqueiro era avaliado em US$ 1,4 bilhão até o momento de sua morte



Benjamin de Rothschild com a esposa, Ariane de Rothschild, esposa, que é a primeira mulher a assumir a liderança do grupo Leia mais em: https://forbes.com.br/forbes-money/2021/01/bilionario-e-herdeiro-de-fortuna-bancaria-benjamin-de-rothschild-morre-aos-57-anos/


Morre Evelyn de Rothschild, banqueiro e conselheiro de Elizabeth II


Evelyn de Rothschild, herdeiro da famosa dinastia bancária e que foi consultor da Rainha Elizabeth -- Amigo de Margaret Thatcher, seu banco atuou nas privatizações de estatais britânicas.


'Pior herdeiro' do clã Rothschild se enforca

Aparentemente Amschel não resistiu a um surto de autocrítica




Uma das mais poderosas damas do vinho, Baronesa Philippine de Rothschild, morre aos 80 anos


Baronesa era herdeira de alguns dos Châteaux mais emblemáticos de Bordeaux




A tragédia do clã Goldsmith e Rothschild.

Milionários britânicos perdem filha de 15 anos num acidente

Iris Annabel morreu na última segunda-feira (08/07/2019), num acidente de moto-quatro. Era a filha mais velha de Ben Goldsmith e Kate Rothschild, cuja fortuna está avaliada em 350 milhões de euros.


Herdeira dos impérios Goldsmith e Rothschild morreu aos 15 anos
 

Três aulas da Prof Pereda gratuitas e imperdíveis que complementam esse artigo de forma magnifica👇🏼👇🏼👇🏼👇🏼


 

Continua na parte 4 e ultima parte



E ai, pessoal? Gostaram desse artigo? Deixe seu like e

Instagram e Facebook ArqueoHistória >>> Instagram Facebook.

Minha pagina no Instagram -- Aletheia Ágora em http://instagram/aletheia_agora




FLAVIO AMATTI FILHO - PESQUISADOR - EQUIPE ARQUEOHISTÓRIA

Obrigado pela leitura e até o próximo POST

Um abraço

FLAVIO AMATTI FILHO














Bibliografia, Fontes e Referencias:

  1. «A Casa de Rothschild». Brasil: CinePlayers. Consultado em 11 de dezembro de 2018

  2. QUINLAN, David, The Illustrated Guide to Film Directors, Londres: Batsford, 1983 (em inglês)

  3. BERGAN, Ronald, The United Artists Story, Londres: Octopus Books, 1986 (em inglês)

  4. Gomes de Mattos, Antonio Carlos (1991). Hollywood Anos 30. Rio de Janeiro: EBAL

  5. ERICKSON, Hal. «The House of Rothschild». AllMovie. Consultado em 10 de dezembro de 2013

  6. «7.º Oscar - 1935». CinePlayers. Consultado em 11 de dezembro de 2018

  7. Ir para:a b «The House of Rothschild». AllMovie. Consultado em 10 de dezembro de 2013

  8. Ziegler, Philip. The Sixth Great Power: Barings 1762–1929. [S.l.: s.n.] ISBN 0-00-217508-8

  9. Tanja Drössel, Die Engländer in Hamburg 1914 bis 1945, pp. 107–108.


  1. Zeitgeist. Peter Joseph. EUA, Google Vídeo, junho de 2007 (116 min, legendado).

  2. A Financial History of the World, (2008). The Ascent of Money:. London: [s.n.] pp. Pagina 78

  3. Oxford Dictionary of National Biography. online edition: Oxford University Press. 2004

  4. Cathcart, Brian (3 de maio de 2015). «The Rothschild Libel». Independent. Consultado em 28 de maio de 2018

  5. Cathcart, Brian. The News from Waterloo'. [S.l.]: Faber

  6. «Rothschild family | History & Facts». Encyclopedia Britannica (em inglês)

  7. «A History of the Rothschild Family». Investorpedia. 30 de abril de 2018. Consultado em 28 de maio de 2018

  8. Ir para:a b «Rothschild family». Wikipedia (em inglês). 15 de maio de 2018

  9. Wilson, Harry (4 de fevereiro de 2011). «Rothschild: history of a London banking dynasty» (em inglês). ISSN 0307-1235

  10. Oxford Dictionary of National Biography, - Rothschild, Nathan Mayer (1777–1836). [S.l.]: Oxford University Press. 2004

  11. Ir para:a b the Ascent of Money: A Financial History of the World. London: [s.n.] 2008. 78 páginas

  12. «The Collections — Treasure of the Month: The Rothschild Archive». www.rothschildarchive.org (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2018

  13. «Exhibitions — Rothschilds and Brazil: The Rothschild Archive». www.rothschildarchive.org (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2018

  14. «The Business — The Alliance Assurance Company: The Rothschild Archive». www.rothschildarchive.org (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2018

  15. «Rothschild's deep connections to Rio Tinto». Follow The Money (em inglês). 29 de março de 2010

  16. «Eramet». Wikipedia (em inglês). 5 de maio de 2018

  17. «History of Imerys S.A. – FundingUniverse». www.fundinguniverse.com (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2018

  18. «The Business — Private clients: The Rothschild Archive». www.rothschildarchive.org (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2018

  19. ↑ Brown, Tina (1 de julho de 2007). "O Desgosto Final de Diana". Vanity Fair. pág. 4. Arquivado do original em 8 de maio de 2013 Consultado em 28 de maio de 2013

  20. ^ ↑ Luchina Fishe (31 de julho de 2013). "Reportagem: A princesa Di queria se casar novamente". ABC Notícias. Arquivado do original em 2 de agosto de 2013 Consultado em 31 de julho de 2013

  21. ^ Timur Moon, "Di's doctor finds a doctor in Lahore" Arquivado em 9 de fevereiro de 2009 no Wayback Machine., The Telegraph, Calcutá, 19 de maio de 2003, Consultado em 25 de agosto de 2008

  22. b Ansari, Massoud; ↑ Alderson, Andrew (16 de janeiro de 2008). "Dr. Hasnat Khan: Princesa Diana e eu". Sunday Telegraph. Londres. Arquivado do original em 7 de setembro de 2008 Página visitada em 25 August 2008.

  23. ^ "A avó que o príncipe George nunca soube: revisitando Diana e o verdadeiro amor de sua vida". Vanity Fair. 30 de julho de 2013. Arquivado do original em 1 de agosto de 2013 Consultado em 30 de julho de 2013

  24. ^ Terry O'Hanlon; ↑ Rick Hewett (28 de janeiro de 1996). "O jantar secreto de Diana namora com o doutor desanimado; Refeição de quatro horas à luz de velas para dois". Espelho de Domingo. Arquivado do original em 5 de março de 2016 Consultado em 1 de junho de 2013

  25. ^ ↑ Davis, Simon (14 de janeiro de 2008). "O 'grande amor' de Diana, Hasnat Khan, fala". Notícias. Arquivado do original em 21 de agosto de 2013 Consultado em 28 de maio de 2013

  26. b ↑ Roy, Amit (14 de janeiro de 2008). "O casamento do médico de Diana nas rochas". O Telégrafo de Calcutá. Arquivado do original em 21 de agosto de 2013 Consultado em 1 de agosto de 2013

  27. ^ ↑ Andrew Pulver (26 de agosto de 2013). "Filme da princesa Diana 'errou completamente', diz o ex-amante Hasnat Khan". O Guardião. Arquivado do original em 28 de agosto de 2013 Consultado em 26 de agosto de 2013

  28. ^ Várias fontes:




Comments


30b5d6ac-5e47-4534-a782-1fcb5b20ef80.jpg
  • YouTube
bottom of page